terça-feira, 21 de março de 2017

Rato Viajante

Olhem só para o Rato Viajante que a DªMaria fez!
Um encanto, que faz qualquer um ficar derretido de amores por ele.
E eu claro, não lhe sendo alheia, se este não for viajar ficará comigo no meu cantinho
.

Levei-o a passear para ver os peixinhos.



A mãe queria alterar a trouxa, achava que não estava muito bonita, mas eu teimosa não deixei, porque acho que até tem a sua piada.
A flor na algibeira está um amor, só mesmo ela para ter paciência para estes pormenores.



Com o vento que estava, deu não sei quantos pinotes até ficar sossegado para ser fotografado.






Lindo o meu Ratinho Viajante!

terça-feira, 7 de março de 2017

Xaile Colibri

Há muito que a Mãe  me pedia  uma  capinha / xaile  para  colocar  pelas costas quando está em casa ou quando saímos para os nossos encontros  de  sábado à tarde  "Tricotar em Grupo" . Indecisa acerca da maneira como o havia de fazer, sem que fosse muito pesado e comprido, vi este desenho e resolvi avançar.

Encontrei a lã por mero acaso, passei casualmente por uma prateleira e vi este fio da Miltons Colibri acabadinha de chegar e fiquei fã da cor, para realizar este projecto usei as agulhas nº 5. A lã tem um trabalhar muito macio e por ser um pouco mais grossa do que a que costumo utilizar, foi começar e acabar, bastou-me praticamente uma viagem de ida/volta à Maçussa no Natal ehehehe.

A modelito só agora ficou recuperada da suas mazelas de fim de ano e por isso só agora foi fazer a sessão fotográfica.




Muito gosta ela de fazer avioneta com os xailes!

O tempo estava terrível, nublado e começou a chuviscar.


                                         


Não queria fazer um acabamento muito pesado, então elaborei estas flores simples mas engraçadas.




E porque sobrou um pouco de lã e para não acumular a tantas outras já existentes decidi fazer uma boina, vi esta e fiquei curiosa acerca da sua elaboração, nada difícil, mas levei mais tempo do que a fazer a capa pois não atinava com o tamanho, fiz algumas rectificações e lá segui caminho.  


A lã faz uns nuances muito giros



A Mãe ficou muito feliz e vaidosa com a sua capa e boina !

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Bolsa com Amor

Aproveitando restos de tecidos, o que para estes projectos é um consolo, uma vez que temos quase tudo em stock, tudo acaba por se tornar mais fácil.

Presentear alguém em tempo record é um grande desafio para mim, pois tenho mesmo que meter mãos à obra e fazer render muito bem o tempo.

E assim nasceu mais uma bolsa para colocar os projectos em andamento.Desta vez aventurei-me numa técnica que já tinha feito há alguns anitos atrás, a estampagem com transfer, foi só um teste, mas correu bem.    


Aproveitando a mesma folha tentei fazer umas etiquetas mais pequenas, correu melhor em fita de estrafor, do que em nastro, pois este que comprei era um pouco grosso e o efeito não ficou como queria.


As folhas de transfer, para quem não sabe existem para impressoras a laser e para jacto tinta, eu quis testar nas duas e confesso que gostei mais na de jacto tinta.




Testei também em tecido fino .
                           

Fiz uns pequeno bolsos para dentro, pois
dão imenso jeito para colocar os objectos
pequenos.

Os corações não podem deixar de existir nas minhas
peças, começa a ser um vício. Este é diferente uma vez que enchi com enchimento e um pouco de alfazema.








A contemplada, ficou muito contente com a sua bolsita!



terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

BACKTUS


Foi o meu primeiro trabalho neste tipo de projecto Backtus,  não era bem por aqui que queria começar, mas quando chegou o fio não hesitei e escolhi este modelo, nada difícil de executar, optei por fazê-lo em duas partes unindo pelo meio para que os desenhos ficassem simétricos e não só voltados para um lado como no esquema.



Actualmente bloqueio os trabalhos em seco e depois de colocar os alfinetes, molho com um borrifador com água e amaciador de máquina, vou ajeitando com as mãos e esticando o quanto desejo ou o que a lã dá, depois é só deixar secar de um dia para o outro, tarefa fácil.






A sessão fotográfica foi na falésia da Praia dos Arrifes em Albufeira. Nunca tinha ido para estas bandas, mas confesso que fiquei deslumbrada com a vista.



Gostei do efeito das riscas, pois nem sempre corre bem trabalhar com lãs matizadas. Sou apaixonadíssima por este tipo de lã ,embora por vezes pareça que são feitos com restos de lãs.












Espero que tenham gostado destas vistas. 

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Botas Crocodilo, Touca e Dudu

Pediram-me para elaborar umas botas e um gorro de bebé recém nascido, não hesitei e decidi fazer umas botinhas em ponto crocodilo, uma touquinha e aproveitando o resto da lã  fiz um dudu.

Achei que depois de finalizado ficou o máximo este conjunto.

Trabalhei com Lã Rosários 4 Caricia.






Já tinha elaborado uma vez uma touca com este ponto, gostei imenso de o fazer e porque não repetir?




Fiz uma caixa em cartolina e embrulhei numa folha de seda cor de rosa, para ir mais a condizer com o conjunto.



Sem saber bem o gosto da futura mamã, espero ter ido ao encontro dos seus ideais.

Muitas Felicidades!